Quando descontar Imposto de Renda do Adiantamento Salarial

O cálculo do desconto do Imposto de Renda Retido na Fonte, será efetuado por ocasião de cada pagamento.

Pagamento salarial no começo do mês, terá um desconto do IRRF, por ocasião do pagamento do adiantamento salarial dentro do mesmo mês, (ex. dia 20), deverá ser recalculado o imposto e efetuado o desconto complementar.

Portanto, no caso de  pagamento de salário e do adiantamento salarial dentro do próprio mês, o desconto será efetuado sobre o total dos rendimentos pagos no mês, ou seja somente no pagamento do salário. (RIR/1999, aprovado pelo Decreto 3.000 de 1999, § 2º do art. 620 e arts. 621 e 624).

Exemplo de cálculo:

Base de cálculo do IR do dia 5 = R$ 6.122,55
IRRF sobre o pagamento do salário R$ 568,99 

Adiantamento dia 20 = $ 1.785,00
Base do IR para o IR do adiantamento = R$ 7.907,55 (R$ 6.122,55 + 1.785,00)

Cálculo
R$ 7.907,55 (soma do dia 5 + dia 20)
- R$ 513,01 INSS
- R$ 379,18 Dependentes (2)
= R$ 7.015,36 Base de cálculo do IR
x 27,5% alíquota
= R$ 1.929,22
- R$ 869,36 dedução
= R$ 1.059,86 IRRF devido
- R$ 568,99 RETIDO NO PAGAMENTO
= R$ 490,87 A SER RETIDO NO ADIANTAMENTO

Quer aprender na prática como calcular o desconto do Imposto de Renda Retido na Fonte?

Inscreva-se no curso “Departamento Pessoal – Módulo 1”.

Nota Paulista e o Imposto de Renda 2010

SEFAZ-SP Notícias

A Secretaria da Fazenda de São Paulo esclarece que os consumidores que resgataram créditos ou ganharam prêmios no programa Nota Fiscal Paulista não terão que pagar imposto de renda sobre os valores recebidos. Os créditos resgatados em dinheiro ou utilizados para abatimento do IPVA são isentos. Já os prêmios têm o imposto de renda retido na fonte, ou seja, os valores recebidos pelos consumidores participantes do programa são líquidos e não sofrem nenhuma tributação extra.

Ler mais →

Receita retira código da Nossa Caixa do IR e confunde

AE Agencia Estado

SÃO PAULO – Os correntistas da Nossa Caixa, incorporada pelo Banco do Brasil (BB) em novembro de 2008, ficaram confusos ao não encontrar o código da instituição no programa da declaração do Imposto de Renda Pessoa Física (IRPF) 2010. Ao tentar informar o banco para recebimento da restituição, não localizavam o código da Nossa Caixa, segundo relataram contribuintes.

Em nota, o BB informou que pediu à Receita a retirada da Nossa Caixa da lista de bancos para evitar problemas na transferência dos valores para a instituição, que teve o CNPJ extinto após a incorporação. Os correntistas, porém, ficaram sem saber como proceder. A falta de informação prejudicou, principalmente, os contribuintes que planejaram entregar a declaração no primeiro dia, para aumentar a chance de receber a restituição nos primeiros lotes.

Segundo o BB, os clientes da Nossa Caixa devem inserir o código do Banco do Brasil (001) e informar o número da conta corrente e da agência da Nossa Caixa. Se houver restituição, o BB fará o redirecionamento.

Os correntistas da Nossa Caixa que enviaram a declaração à Receita sem informar os dados bancários podem retificar o documento incluindo o código do BB, explica a especialista em Imposto de Renda da FiscoSoft Andréa Teixeira. Já o contribuinte que optar por não informar o banco receberá automaticamente a restituição pelo BB. “A Receita notificará o contribuinte de que o dinheiro está disponível para saque em uma agência do Banco do Brasil.”

No caso de imposto a pagar, segundo o BB, o agendamento do débito em conta vinculada à Nossa Caixa (código 151) não envolve transferência entre instituições por DOC e TED e, por isso, foi mantido o código.

Ontem, primeiro dia de entrega, a Receita Federal recebeu 124.620 declarações de pessoas físicas. Segundo a Receita, foram feitos 734.335 downloads do programa. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

via Receita retira código da Nossa Caixa do IR e confunde.